quinta-feira, 23 de junho de 2016

Quando você se perde no relacionamento, você se perde de você

"Se faz necessário você se questionar o que faz com que sua vida gire em torno de outra pessoa"


A maior parte das pessoas prefere estar em relacionamento do que estar só.

Através de um relacionamento amoroso temos a possibilidade de ter companhia para fazer as coisas, carinho, conversa etc. Todas essas coisas são benéficas e construtivas. Mas precisamos ter em conta que um relacionamento amoroso é mais uma das áreas importantes de nossa vida como: trabalho, vida social, família, hobbies... E por isso não pode ser a única coisa que nos importa ou para a qual direcionamos a nossa energia

Se o relacionamento nos consome a ponto de nossa vida girar em torno dele, então há algo errado.

Quando você se perde no relacionamento, você se perde de você!

Essa é uma afirmação muito importante que denota o quanto precisamos ser parceiros e presentes um na vida do outro, mas ainda assim termos outros interesses, encontrarmos com outras pessoas e termos espaço somente para nós individualmente também.

Alerta vermelho

Se você percebe que:

- vive em função do seu companheiro ou companheira;

- que as coisas só têm graça quando o outro está presente;

- se você se desdobra com frequência para atender as vontades do seu par com medo de que esse se vá; então você precisa ligar um alerta vermelho, pois isso não está saudável para você.

Se faz necessário você se questionar o que faz com que sua vida gire em torno de outra pessoa.

O que faz com que você não dê espaço também para outras áreas de sua vida?

O que impede você de se divertir sem a presença do outro?

Estar em equilíbrio é um dos grandes desafios da vida e por isso precisamos estar conscientes de nós mesmos para perceber quando o perdemos. E, quando isso ocorrer, pensarmos em como reencontrar esse equilíbrio, pois do contrário, diante de excessos, certamente problemas ocorrerão. Cabe a nós nos anteciparmos a eles.


Leia este texto também em Via Estelar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário